Doutor E-commerce

7 dicas para potencializar as vendas na Black friday

potencializar as vendas na Black friday

Atrás apenas do Natal, a Black Friday é uma das datas mais importantes do comércio brasileiro. Em 2021, as vendas no e-commerce foram de R$4,18 bilhões em apenas dois dias de campanha, alta de 6% nas vendas digitais em relação ao ano interior.

 

Neste ano, a data foi confirmada para o dia 25 de novembro, e será uma ótima oportunidade tanto para os consumidores quanto para os lojistas.

 

Antes de darmos início às estratégias vamos dar uma olhada nos produtos mais vendidos na Black Friday.

 

  • 36,50% – Celular/Smartphone
  • 36,30% – Eletrodomésticos
  • 29,30% – Televisores/Vídeo
  • 24,10% – Informática/Tablets
  • 22,40% – Móveis/Decoração
  • 22,20% – Moda/Vestuário
  • 21,30% – Eletroportáteis
  • 19,20% – Viagens
  • 16,80% – Beleza
  • 12,60% – Livros/Papelaria

 

De acordo com o site oficial da Black Friday Brasil, os produtos mais procurados durante o evento são os celulares/smartphones, seguidos dos eletrodomésticos e televisores/vídeos. Assim, como mostra na tabela de cima.

 

Dicas para potencializar as vendas na Black friday

1. Campanha pré-venda

Essa ação pode render mais lucros e visibilidade para o e-commerce, várias marcas usam essa estratégia de pré-campanha, antecipando algumas ofertas.

 

Além de aumentar a base de clientes, esse “esquenta” apresenta ao consumidor ofertas e promoções interessantes.

 

Porém, essa estratégia é recomendada a ser realizada mais próximo da verdadeira Black Friday, assim, os consumidores conseguem associar esses dois eventos e a campanha tem o alcance esperado.

 

2. Reforce o seu estoque

É de se esperar que durante a campanha a procura por produtos irá crescer. Sendo assim, podemos afirmar que as promoções e condições ofertadas favorecem essa demanda.

 

Na Black Friday, o maior diferencial é oferecer descontos agressivos. Porém, não é viável fazer isso com todos os produtos da sua loja virtual.

 

A sugestão é escolher alguns produtos nos quais seu e-commerce é mais competitivo. Faça uma ótima negociação com os fornecedores e reforce o estoque desses produtos.

 

Não tente fazer uma promoção tímida (pequenos descontos, como 5%) em todos os produtos. A diversidade não funciona bem na Black Friday.

 

Seja bastante agressivo em sua oferta, a criatividade da campanha tem grande peso nas vendas também.

 

3. Crie uma jornada completa

Pense em todas as etapas da venda e valorize a criação de ações que encantem o cliente.

 

Estabeleça um relacionamento próximo com o público e tenha como meta atraí-lo até sua loja virtual. É preciso valorizar cada etapa da jornada e verificar quais são os passos para a fidelização.

 

Invista em marketing digital, campanhas do Facebook e Instagram são uma ótima recomendação para segmentar e engajar o público ideal. 

 

De acordo com uma pesquisa realizada pela (PwC) Brasil,  77% dos consumidores são influenciados pelas redes sociais no momento de fechar uma compra online. Por isso, invista em conteúdo de qualidade e use a criatividade.

 

4. Planeje a ação de marketing digital 

Não deixe para fazer as ações de marketing de última hora, isso pode atrapalhar e muito suas vendas. 

 

Planeje com pelo menos 40 dias de antecedência. Uma das principais estratégias é planejar ações de remarketing para pessoas que já compraram da sua loja virtual ou que de alguma forma já se envolveram com sua marca.

 

Vender para quem já é seu cliente ou conhece o seu negócio é mais fácil e barato, inclusive na Black Friday. 

 

Faça também ações de e-mail marketing, essa estratégia é orgânica e você poderá se surpreender com a taxa de conversão vindo dos emails. 

 

Já para os consumidores que nunca compraram em seu e-commerce, a dica é investir na divulgação do seu produto campeão, e oferecer um super desconto. 

 

Em campanhas no Google, vale a pena sempre colocar nas descrições a palavra Black Friday. 

 

5. Atenção no frete

Caso o cliente entre na sua loja e veja alguma ação enganosa, isso não só pode afetar suas vendas mas, também sua empresa. 

 

Esteja pronto para dar suporte caso as pessoas procurem informação sobre a entrega e o prazo.

 

Mostre com clareza o prazo da sua entrega, o alinhamento com seus fornecedores e transportadores também é fundamental, pois você precisa passar um prazo de entrega real aos clientes.

 

6. Invista na estrutura do site

Imagine o seguinte cenário, você cria campanhas e promoções super relevantes, mas na hora em que o cliente chega ao site, ele está sem estrutura, sem padrões e nada de comunicação da Black Friday. Isso é o mesmo que dar um “tiro no próprio pé”.

 

De acordo com o Reclame Aqui, o segundo motivo de insatisfação dos consumidores na Black Friday de 2015, foi a dificuldade em finalizar a compra.

 

Crie uma identidade visual que converse com o tema da Black Friday, crie categorias a partes, se for o caso, faça um diagnóstico completo para que não gere nenhuma insatisfação por parte do cliente. 

 

7. Campanha

Assim como o Natal, e o Dia das Mães, a Black Friday também é uma sazonalidade, por isso, se atente a identidade visual da campanha,  invista em uma comunicação que converse com seu público.

 

Essa comunicação pode ser direcionada para banner, anúncios de campanhas, vídeos, e-mail, entre outras ações. 

 

Lembre-se, a criatividade é uma das melhores estratégias para atrair seu público, já que o mercado vai estar repleto de campanhas da Black Friday, quem tiver a melhor oferta, a melhor comunicação e criatividade estará um passo à frente. 

 

Gostou do conteúdo? Caso queira se aprofundar mais sobre essas estratégias e  queira ter uma Black Friday incrível, fale com minha equipe através do site, e descubra como podemos ajudar o seu negócio a ter uma Black Friday de performance. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos Posts