Doutor E-commerce

Início » SEO x SEM: o que é e qual aplicar

SEO x SEM: o que é e qual aplicar

Neste artigo vamos falar sobre SEO x SEM: o que é e qual aplicar.

O marketing digital cresceu bastante e popularizou variados componentes e estratégias muito efetivas voltadas para esse setor, como a produção de conteúdo e adequação para mecanismo de pesquisa.

Com isso, surgem dois tipos de ferramentas: SEO e SEM.

.

Essas duas ferramentas consistem em canais de marketing diferenciados, usados para alcançar o público-alvo quando este utiliza algum mecanismo de busca como o Google ou o Bing.

Por isso, o SEO e o SEM são parte importante das estratégias de marketing digital otimizando os processos, contribuindo com as métricas e adequações no CRM.

.

No presente artigo abordaremos sobre o que são essas ferramentas e como elas são usadas nas mais diferentes estratégias de marketing digital e nas redes sociais.

.

Qual a diferença entre SEO e SEM?

SEO é o Search Engine Optimization e consiste no uso de otimização para mecanismos de busca.

Enquanto o SEM é o Search Engine Marketing, voltado para as estratégias do marketing para os mecanismos de busca.

São termos bastante parecidos, entretanto, as abordagens são diferentes.

.

Ambos agem nas páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa, ou em inglês, no Search Engine Results Page.

Para uma estratégia vencedora, é importante saber mesclar os dois tipos de ferramentas, pois, caso não seja bem planejado, os resultados podem não ser eficazes e podem interferir, inclusive, no gerenciamento das estratégias.

Contudo, antes de adotar uma das estratégias, é importante entender essas terminologias.

.

O SEO consiste nas abordagens de métodos orgânicos para que os mecanismos de buscas ranqueiam seu conteúdo.

Já o SEM é uma abordagem que usa métodos pagos para que o seu conteúdo também apareça nos mecanismos de busca em primeiro lugar, sinalizados como anúncios.

.

Apesar de haver essa diferença, existem algumas divergências quanto à definição do SEM.

Para alguns estudiosos, esse termo pode ser relacionado tanto à pesquisa orgânica quanto aos conteúdos pagos.

Apesar disso, no método orgânicos (on e off-page, usa-se o SEO).

Abaixo abordaremos sobre cada uma das ferramentas usadas.

.

O que é SEO?

.

O SEO pode ser definido como uma forma de produzir os conteúdos, atuando na “persuasão” dos algoritmos, para que identifiquem o material como de qualidade, atendendo os desejos do leitor.

Com isso, o material é melhor ranqueado.

.

Ou seja, o SEO é usado nos textos para fazer com que os mecanismos de busca recomendem o seu conteúdo para os usuários.

Ou seja, para que sua solução chegue à pessoa que a está procurando.

.

O SEO atua em aspectos como:

  • Página;
  • Site;
  • Vídeos;
  • Publicações.

O principal objetivo do SEO é gerar tráfego gratuito, por meio da colocação dos conteúdos nas melhores posições das páginas de busca.

.

Há quatro formatos fundamentais do SEO:

1.   SEO técnico

Esse tipo de SEO procura atuar na melhoria da velocidade dos sites, dos dispositivos móveis, além das questões de segurança e indexação.

.

2.   SEO On-page

Esse tipo de otimização atua diretamente na página, incluindo tags, alt tags, imagens e

títulos, que podem ser empregados como rótulos e H1, H2 e H3, palavras-chave, entre outros aspectos.

.

3.   Conteúdo

O ranqueamento dos mecanismos de busca estão atrelados de forma profunda com o conteúdo otimizado.

Assim, a principal ferramenta é o uso dos blogs para gerar informações sobre o negócio, seguindo alguns critérios como conteúdos de qualidade, aprofundamento e uso de algumas estratégias de escrita.

.

4.   SEO off-page

É o uso de ações como links building, permite que os usuários cliquem em links dentro do próprio conteúdo, sendo levado para sites de alta autoridade.

Inclusive, essa autoridade favorece o ranqueamento, bem como funciona de modo a “emprestar” a audiência, o que valoriza ambos sites.

.

O que é o SEM?

Já o Search Engine Marketing é o marketing para os mecanismos de busca e, ao contrário de usar técnicas orgânicas, visam usar táticas pagas para ganhar visibilidade, é o chamado pay-per-click, o PPC.

.

Assim, são usadas algumas plataformas, como Google Ads, que disponibilizam sistemas e formatos de anúncio para gerar retornos e conversões.

Para montar esse tipo de estratégia, uma pesquisa de palavras-chave deve ser realizada.

.

Com base nisso, as campanhas específicas podem ser elaboradas com a compra do uso dessas palavras vinculadas ao texto, contribuindo com que ele apareça/seja encontrado pelas pessoas que buscarem por essa palavra.

A grande diferença do SEM e do SEO é quanto aos resultados.

O SEO, por ser orgânico, pode demorar a apresentar resultados, mas que se mantém a longo prazo.

.

Enquanto isso, o SEM ajuda na geração de cliques e conversões em um período bastante curto.

Além disso, é possível ter controle sobre os anúncios, de modo a liberar anúncios de acordo com o seu pipeline de vendas e objetivos, melhorando ainda mais os resultados.

.

Essas duas estratégias são usadas geralmente em conjunto e bem definidas.

Sabendo disso, é necessário saber qual o objetivo da sua empresa e para onde se quer ir, para então definir se o SEO ou o SEM é a melhor ferramenta.

Dessa maneira, compreendemos de forma bastante simples os pontos que contemplam o SEO e o SEM.

.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Ideal Sales, desenvolvedora de ferramentas de CRM com enfoque no gerenciamento eficaz da equipe de vendas e otimização de seus resultados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *