Doutor E-commerce

Início » Como garantir o sucesso das PMEs no e-commerce?

Como garantir o sucesso das PMEs no e-commerce?

PMEs no e-commerce

Devido ao crescimento constante do comércio eletrônico no país, o setor vem ganhando cada vez mais autonomia e já é considerado uma das principais oportunidades para empreendedores atualmente. Acompanhando essa evolução do mercado, a participação das PMEs também vem ganhando destaque e representou 21% do faturamento do setor no ano passado, o que correspondeu ao valor de R$ 10,1 bilhões, segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Para 2016, a entidade prevê um aumento de 23,7%, o que totalizará R$ 12,5 bilhões. Com um mercado promissor, pequenas e médias empresa precisarão cada vez mais investir e se adequar ao comércio eletrônico. No entanto, o que é preciso para garantir o sucesso das PMEs no e-commerce?

A falta de conhecimento técnico ainda é um obstáculo para empreendedores de pequeno e médio porte. Prova disto é que uma recente pesquisa da GoDaddy revelou que 62% das microempresas não estão sequer inseridas no mundo digital. Além disso, 25% das PMEs afirmaram que não possuem um site por falta de conhecimento técnico.

No atual cenário, é muito importante que negócios de pequeno e médio porte entendam que, para apostar em um e-commerce, não basta apenas colocar o produto à venda na internet, mas sim desenvolver todo o planejamento estratégico do negócio para ingressar no mundo digital com segurança. Além disso, é preciso compreender que criar uma loja virtual é um processo complexo, que requer competências, informação e muita dedicação, já que estamos falando de 340 atividades até a sua abertura, que são divididas em nove pilares. Para entender melhor, confira a imagem abaixo:

 

9 pilares do e-commerce via Dr. e-commerce - 1

 

Desse modo, saber onde investir é fundamental para que PMEs se posicionem e ingressem no mercado de e-commerce de forma profissional. Da mesma forma, também é importante entender o que se encaixa no orçamento da microempresa nesse momento, além de optar por uma plataforma com um sistema de gestão intuitivo e procurar caminhos para otimizar todo o processo.

Mais uma vez, volto a citar que a falta de informação ainda é um grande obstáculo e poderá desacelerar o processo de abertura da loja. Porém, o conhecimento técnico não deveria mais ser um desafio, pois já existem soluções no mercado que podem dar o start de sua microempresa no comércio eletrônico em um processo mais sintetizado e com os entregáveis adequados.

E quem é mais indicado para prestar esse auxílio? Onde buscar soluções acessíveis e de curto prazo? Procurar por empresas com uma visão 360 graus de negócios em e-commerce é uma boa alternativa, inclusive se existe uma limitação financeira para viabilizar a entrada no mercado de forma profissional.

Se a intenção é entrar no e-commerce de maneira viável, não frustrar o seu cliente e nem comprometer o futuro dos negócios da companhia, experimente investir no apoio profissional. Sem dúvidas, esse é o melhor caminho para ingressar nesse cenário cada dia mais competitivo, onde a qualidade de todo o processo e a confiabilidade do consumidor no seu canal de vendas são pontos-chave para o sucesso do seu negócio.

*Artigo assinado pelo nosso CEO, Thiago Sarraf, para o portal E-commerce Brasil.

A Dr. e-commerce tem o plano certo para PMEs que desejam ter uma presença profissional no e-commerce. Quer saber mais sobre o plano Start? Acesse aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *