Doutor E-commerce

Início » O comportamento do consumidor na Black Friday

O comportamento do consumidor na Black Friday

Vamos falar sobre o comportamento do consumidor nessa black Friday 2023 e sobre algumas tendências para a sua loja alavancar as vendas.

 

Com o passar dos anos, a Black Friday já está instaurada no coração dos brasileiros, como a data das oportunidades. O varejo online também se prepara durante o ano todo, pois para muitos, o faturamento de alguns dias de ação, representam mais de 50% do faturamento anual.

 

Uma pesquisa feita pelo Google, aqui no Brasil, mostra que as buscas pelas categorias do varejo aumentaram em 24% em 2023. É um sinal de que o poder de compra aumentou.

A grande estratégia da Black Friday, porém, aliás, de todo e-commerce, é entender o comportamento do consumidor. Para quem assim, as lojas consigam oferecer o produto certo, na hora certa e para o público certo.

 

O comportamento na Black Friday, porém, sofre muitas mudanças, mesmo do consumidor habitual.

Então, vamos falar sobre essa mudança no comportamento durante o período da Black Friday e algumas tendências que podem ajudar os varejistas.

 

Tendências de comportamento para Black Friday 2023

 

As tendências de consumo que vamos listar aqui não são exclusivas da Black Friday.

Mas sim, tendências de comportamento que têm sido observadas ao longo de 2023 e que, com certeza, irão ter destaque nesse fim de ano.

 

E também significa que são estratégias que não irão ter data de validade com a Black, mas sim que podem se desenvolver para algo mais duradouro.

 

  1. Ominicanal

O famoso omnichannel veio para ficar, tornando conjunta as operações online e off-line, para proporcionar uma experiência de compra única e fluida.

 

Já sabemos que o consumidor não faz mais uma jornada de compra em linha reta, e sim que pode ser impactado pelo negócio em diversos momentos e decidir fazer a compra em qualquer momento também.

 

O consumidor poder iniciar a jornada no online e terminar no físico, ou vice e versa, é uma experiência positiva e poderosa de compra, evitando desvios no meio do caminho.

 

  1. Personalização

Com a concorrência em alta, especialmente depois da pandemia, as lojas precisam pensar em coisas além de bons preços para cativar a audiência.

 

Fazer boas vendas no e-commerce envolve uma série de fatores: preço, entrega, velocidade, atendimento, experiência de compra....

 

Por isso, manter uma certa frequência de comunicação com sua audiência, bem como oferecer os produtos baseados em históricos de acesso ou recorrência de compra, cria lembrança de marca, fidelização e melhora a experiência.

 

  1. Mobile Commerce

O uso da responsividade do site não é mais diferencial.

É um requisito para oferecer boas experiências de compra.

 

O mobile commerce já passou números de compra por desktop, por isso não oferecer experiências de compras agradáveis em diferentes dispositivos, vai afetar a sua conversão.

 

  1. Preço x Condição de compra

Apesar de a Black Friday ser conhecida pelos preços baixos, não é só disso que é feita a data.

Pois muitas lojas pequenas ficam intimidadas a participar da Black por conta de não terem como oferecer preços competitivos em relação a grandes players.

 

Porém, o consumidor já deixa de olhar apenas para o preço, e passa a considerar outros fatores como: prazo de entrega, brindes, condição de compra e atendimento.

 

O pós Black Friday

As datas comemorativas são ótimos momentos para, além das vendas, conseguir um grande número de novos compradores e novos leads.

 

Após o grande fervor da Black, um dos grandes erros dos lojistas é não prestar atenção no pós venda e também na comunicação contínua com o consumidor.

Manter esse relacionamento vai ser muito benefício ao longo do ano e também para a próxima Black Friday!

 

Aproveite para implementar estratégias para fidelizar os consumidores e fazer a diferença na experiência de compra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *